O perigo do relativismo e humanismo

...

Isaías 61:1-4

O espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos;
A apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;
A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do Senhor, para que ele seja glorificado.
E edificarão os lugares antigamente assolados, e restaurarão os anteriormente destruídos, e renovarão as cidades assoladas, destruídas de geração em geração.

Em tempos de tanto avanço tecnológico e científico, de tantas mudanças ultrarrápidas, o mundo caminha para o perigo do relativismo e do humanismo.

A Bíblia diz em Apocalipse 1:8 que Deus é o “Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso.”

Isso mostra estabilidade, constância, imutabilidade. Em Êxodo 3:14 o próprio Deus se define como EU SOU e em João 8:58 Jesus repete antes que Abraão existisse, EU SOU”.

Enquanto o mundo, a cada dia se descaracteriza mais, perde a essência, Deus continua imutável e sua palavra dura para sempre! (1 Pedro 1:25- Isaias 40:8- Salmo 119:89).

O perigo do relativismo e humanismo é que ele tem sorrateiramente, disfarçados de “coisas boas”, entrado também na igreja a ponto de ir descaracterizando-a e desviando-a de sua verdadeira missão.

Hoje temos visto de tudo no meio das igrejas. Pastores que se aplicam mais em fazer o que famosos coaches ensinam, do que em apenas fazer o que Deus pediu. Muitos líderes eclesiásticos mais empenhados em fazer das igrejas ambientes atrativos para o “público”, usando de forma intensa recursos de marketing e mídia, do que zelar pela saúde emocional e espiritual de seu rebanho, que compreende também em afastá-los deste mundo virtual e manipulador das redes sociais.

Isaías 61 explicita bem qual o papel principal e imutável dos ungidos, ou seja, aqueles que receberam a salvação e foram cheios do Espírito Santo:

Levar as boas notícias da salvação que há em Cristo e ser a partir disso, instrumento nas mãos Dele para curar, libertar, consolar, restaurar, renovar e ensinar sobre o que há de vir.

Isaías 61 deixa bem claro que essa missão deverá ser sempre a primeira em nossas vidas, independente de sermos pastores, missionários, políticos, empresários, exercermos a medicina ou qualquer outra profissão.

Podemos e devemos fazer muitas coisas neste mundo, sermos excelentes em tudo, mas a missão número 1 sempre será pregar o evangelho da Salvação que cura, liberta, consola e ensina!

Isaías 61 não deixa bem clara apenas a missão da Igreja, deixa também todas as promessas para os que caminham no centro deste propósito.

Isaías 61: 6 a 9 “Mas vós sereis chamados sacerdotes do Senhor, e vos chamarão ministros de nosso Deus; comereis as riquezas das nações, e na sua glória vos gloriareis.

Em lugar da vossa vergonha, haveis de ter dupla honra; e em lugar de opróbrio exultareis na vossa porção; por isso na sua terra possuirão o dobro, e terão perpétua alegria.

Pois eu, o Senhor, amo o juízo, aborreço o roubo e toda injustiça; fielmente lhes darei sua recompensa, e farei com eles um pacto eterno.

E a sua posteridade será conhecida entre as nações, e os seus descendentes no meio dos povos; todos quantos os virem os reconhecerão como descendência bendita do Senhor.”


Vamos pedir nesta noite uma unção fresca e renovada para que possamos alinhar nossa caminhada ao centro da vontade de Deus. Isso trará aos nossos corações muita paz e ao Reino de Deus muitos frutos!


Amamos vocês,

Apóstolos Fábio e Claudia Abbud

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo