Viabilidade X Sustentabilidade

Atualizado: Set 2


Mateus 7:24-27

Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;
E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.
E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;
E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.

Esta Parábola, A Casa edificada na Rocha, é uma das mais conhecidas Parábolas de Jesus.

Ela se refere a construção de uma casa na areia e outra na Rocha. Essa abordagem tem forte relação com conceitos que utilizamos nos dias de hoje como a viabilidade e a sustentabilidade.

Muitos projetos são viáveis, são passiveis de acontecerem, mas não se sustentam. Você pode construir uma casa na areia, talvez a construa mais rápido do que aquele que optou por construir na Rocha. Mas a grande questão é que ela não vai se sustentar. Sustentabilidade fala de alicerce, de algo que é invisível aos nossos olhos, de algo que é construído além do que podemos ver, de algo que é espiritual!

Esse princípio cabe para relacionamentos, projetos, educação de filhos, ministério, enfim, para tudo nas nossas vidas. Numa ótica espiritual, além de verificar se um projeto é viável, se vai dar certo, precisamos submetê-lo a Deus pois Ele é a Rocha sobre o qual devemos firmar nossos princípios e que serão as estacas que darão sustentabilidade para todos os nossos projetos. Somos especialistas em querer “meter os pés pelas mãos”; porque humanamente falando, quando sonhamos, planejamos e projetamos vemos somente o visível, vemos de forma limitada.

Se você olhar para sua própria vida vai se lembrar de muitos projetos (relacionamentos, projetos profissionais e até amizades) que tinham tudo para dar certo, que te deixaram muito empolgado no começo, mas o resultado não foi tão promissor como você esperava. Isso muitas vezes acontece porque algumas destas situações fizeram os nossos olhos brilharem e desejamos tanto que desse certo, que nos confundimos que aquela animação toda fosse a resposta de Deus, quando nem havíamos orado por isso, e o resultado foi que acabamos realizando grandes projetos movidos pela empolgação. Isso vale também para decisões.

As vezes tomamos decisões baseados naquilo que queremos (ou que não queremos), sem analisar o que a Palavra de Deus nos direciona a fazer e o resultado é que no começo parece viável, mas depois não conseguimos sustentar. Na tomada de decisões, na construção de projetos, para estabelecer alianças, em todas as situações podemos recorrer Aquele que é Eterno, que enxerga além de nós mesmos, que enxerga o amanhã.

Enquanto nós temos a perspectiva de buscar somente aquilo que trará contentamento para nossa alma e suprimento para as nossas necessidades, Deus tem a perspectiva do céu, do que é duradouro, infinito e eterno!

Olhe sua vida hoje. Será que existem situações que parecem viáveis, mas estão em desacordo com os Princípios de Deus?

O convite de Jesus para você é: submeta sua vida, suas decisões ao Senhor a cada dia, a cada minuto se necessário. Desde as mínimas escolhas aos grandes projetos, pois Ele é o nosso alicerce, é quem vai fazer mais do que projetos viáveis, fará também com que esses projetos sejam sustentáveis e dessa forma resplandeçam a Sua Gloria e a Sua Eternidade.

Deus abençoe a todos com esta sensibilidade espiritual e a capacidade de trocar a empolgação e pressa, pelo sereno, durável e eterno!


Amamos vocês,

Prs. Anderson e Ligia Tropiano



PALAVRA DE PROSPERIDADE

Atos 11:29 e 30 - Os discípulos, cada um segundo as suas possibilidades, decidiram providenciar ajuda para os irmãos que viviam na Judéia. E o fizeram, enviando suas ofertas aos presbíteros pelas mãos de Barnabé e Saulo.


Existem motivações corretas para entregarmos nossos dízimos e ofertas. As nossas sementes, além de gerar colheita, ajudam o próximo.

Em atos, cada um entregou o que podia, Deus não pede para fazermos loucuras, mas agirmos por fé. Foi entregue nas mãos dos servos de Deus, para que eles dessem o destino.

É uma decisão pessoal entregarmos ou não, mas isso prova nosso coração.



Igreja El Shaddai Comunidade Cristã

CNPJ 00.915.576/0001-89


Banco Itaú Ag. 0772 Cc. 47.381-5

Pix Itau: 11940093828


Banco Bradesco Ag. 2737 Cc. 32.593-7

Pix Bradesco: 00915576000189



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo